portaldeitapua.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com

portaldeitapua.com portaldeitapua.com

portaldeitapua.com portaldeitapua.com

portaldeitapua.com portaldeitapua.com

portaldeitapua.com portaldeitapua.com

Fim da greve de bancos da Bahia

E-mail Imprimir PDF
Hacked By Romantic

Muslim Cyber Army

Índice - A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) elevou a 7,5% a proposta de reajuste dos salários dos trabalhadores, um aumento real de 2,02%. O piso da categoria, que era R$ 1.405, passa a ser R$ 1.519. A oferta patronal também prevê aumento de 8,5% no valor dos auxílios-refeição e alimentação (que passa a ser R$ 472,15) além de contabilizar uma alta de 10% na parcela fixa da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

A proposta anterior da Febraban previa reajuste de 6% nos salários. Os bancários não aceitaram e argumentaram que era pouco diante do pedido de reajuste de 10,25% (aumento real de 5%), participação nos resultados equivalente a três salários mais R$ 4.961,25 fixos, piso salarial de R$ 2.416,38, criação do 13º auxílio-refeição e aumento dos benefícios para R$ 622.

Luta continua - O bancário Paulo Cunha, 39 anos, aprovou o fim da greve. "Já conseguimos um reajuste digno. Mas temos que continuar nos mobilizando para angariar cada vez mais direitos", conclui.

O profissional José Luís Pinho, 31, não ficou satisfeito. "Podemos continuar nossa mobilização independente do movimento nacional. O piso de R$ 1.500 é uma vergonha", reclama.

De acordo com o Sindicato dos Bancários da Bahia, das 260 agências instaladas em Salvador, apenas sete estavam abertas durante esta quarta.