portaldeitapua.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Joomla Templates and Joomla Extensions by ZooTemplate.Com

portaldeitapua.com portaldeitapua.com

portaldeitapua.com portaldeitapua.com

portaldeitapua.com portaldeitapua.com

portaldeitapua.com portaldeitapua.com

Do Subúrbio a Itapuã: nove pontos da orla serão reformados até a Copa do Mundo

E-mail Imprimir PDF
Hacked By Romantic

Muslim Cyber Army

Com um rombo de aproximadamente R$ 3 bilhões da gestão passada, a estratégia principal da prefeitura será captar recursos privados. Responsável pelos projetos, a Fundação Mário Leal Ferreira confirmou que parte dos recursos virão da prefeitura e o restante será captado.

Boêmio Conhecido como bairro boêmio, o Rio Vermelho será um dos primeiros contemplados, segundo Neto. “Como há grande investimento privado previsto para o Rio Vermelho no setor imobiliário, queremos garantir uma contrapartida de pelo menos R$ 10 milhões dos empresários”, afirmou Neto. As obras de requalificação do local irão da praia da Paciência à Igreja de Santana.

No encontro, o prefeito ainda afirmou que assim que a Justiça autorizar o início das obras (a questão da orla está judicializada desde a gestão passada), deslocará os ambulantes que atuam na área. “A intenção é reaproveitar a mão de obra desses ambulantes nos equipamentos instalados na orla”, afirmou Neto.

Na Boca do Rio, um dos bairros contemplados no projeto, o Aeroclube será demolido e um novo shopping construído, com mudanças no trajeto da via que margeia o equipamento. O projeto depende de liberação da Justiça.



Empresários do turismo pedem ajuda à prefeitura
Embora satisfeitos com o movimento da prefeitura de promover um encontro com o trade turístico, os representantes do setor na capital apresentaram reivindicações e sugestões no encontro de ontem. O presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem (Abav), Pedro Galvão, pediu ajuda à prefeitura para dar continuidade a um projeto para retirar jovens da rua, levá-los para a escola e transformá-los em guias turísticos mirins, no Pelourinho e Centro Histórico.

“Nos reuniremos com ele (ACM Neto) semana que vem para continuar com o assunto”, afirmou. Silvio Pessoa, presidente do Conselho Baiano de Turismo, criticou a falta de espaços para festas na cidade e apontou a necessidade de retomar a coleta seletiva na cidade. “Fazemos reciclagem nos hotéis, mas depois os resíduos são misturados”.

Matéria original do Correio